Composto capaz de matar fungos resistentes é isolado em microbiota de formiga

[instagram-feed] Karina Toledo | Agência FAPESP – A resistência microbiana a medicamentos antibióticos e antifúngicos é um dos grandes problemas de saúde pública no mundo. E a solução, como sugere um estudo publicado recentemente na revista Nature Communications, pode estar nos pequenos corpos dos insetos ou, mais precisamente, na microbiota que carregam. Essa hipótese inovadora foi proposta por pesquisadores brasileiros e norte-americanos como parte de um projeto colaborativo que teve início em 2014, com apoio da FAPESP e do National Institutes of Health (NIH), dos Estados Unidos. A ideia era isolar bactérias que vivem em simbiose com formigas cortadeiras, como a saúva, em busca de compostos naturais com potencial para dar origem a novos fármacos (leia mais em: http://agencia.fapesp.br/19406). Foi com essa Leia mais…

Venda de medicamentos fracionados pode se tornar obrigatória

[instagram-feed] Projeto que faz a proposta está em discussão no Senado. Especialista acredita que a mudança traria muitas vantagens para o consumidor. A Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor (CTFC) do Senado discute nesta terça-feira (09) um projeto de Lei (PLS 98/17) que trata da obrigatoriedade da venda fracionada de medicamentos. Com o projeto, o consumidor passaria a poder comprar a quantidade exata de medicamento que necessita. Para a autora, senadora Rose de Freitas (Pode-ES), isso evitaria a automedicação e corrigiria uma “agressão à economia popular”. “O fracionamento de medicamentos existe no mundo inteiro.  Não tem sentido o consumidor precisar tomar um medicamento por dois dias e ser obrigado a comprar uma cartela com 24 Leia mais…

Periódico destaca avanços da área de farmacovigilância.

SUS inclui remédio contra doença rara em lista de medicamentos essenciais

O remédio nusinersena (spinraza) é indicado para atrofia muscular espinhal (AME) e o tratamento custa R$ 1,3 milhão por paciente ao ano. O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, assina nesta quarta-feira, 24, no Senado a portaria de incorporação do medicamento nusinersena (spinraza) na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais do Sistema Único de Saúde (SUS). Conforme o próprio ministério informou em fevereiro, ele deve ser o primeiro a ser comprado na modalidade agora chamada de compartilhamento de risco. O remédio indicado para atrofia muscular espinhal (AME) tem um tratamento que custa R$ 1,3 milhão por paciente ao ano. A ideia do governo é fazer o compartilhamento de riscos com os laboratórios, de modo que o pagamento pelos medicamentos de alto custo, como Leia mais…

OSTEOARTRITE.

Alivio na palma da mão. A osteoartrite pode atingir as articulações das mãos, joelhos, coxofemurais e da coluna. Suas desagradáveis manifestações podem sem aliviadas com medicamentos especializados. A osteoartrite é mais comum das doenças reumáticas e se manifesta indistintamente em amos os sexos. A rigor, cerca de 80% a 90% das pessoas acima de 40 anos mostram sinais de osteoartrite ao raio X, embora grande parte delas não apresenta sintomas. A intensidade das queixas aumenta progressivamente com a idade. Como se explica a osteoartrite? A água constitui 70% do conteúdo das cartilagens existentes na articulação. Do que sobra, 90% são formados por uma rede elástica de colágeno e agregados de moléculas grandes, chamadas proteoglicanos. Se as cartilagens articulares não existissem, Leia mais…

Sem preservativo, número de casos de sífilis explode no Brasil

Jovens e gestantes são os que mais contraíram nos últimos anos O Brasil enfrenta uma epidemia de sífilis, Doença Sexualmente Transmissível (DST) causada pela bactéria Treponema pallidum. O Ministério de Saúde admite a epidemia. A sífilis se manifesta inicialmente como uma ferida indolor, mais frequentemente localizada na genitália, no reto ou na boca. Em uma segunda fase, é caracterizada por lesões avermelhadas na pele, inclusive na palma de mãos e planta de pés. A partir daí, ocorre um período sem novos sintomas até a fase final (latência), que pode variar de meses a anos, levando a sérios danos para a saúde em geral e até à morte. A médica ginecologista Juliana Pierobon, da Altacasa Clínica Médica, adverte que a população Leia mais…

Tratar o colesterol alto é fundamental para reduzir o risco cardiovascular.

O aumento do colesterol, em especial o chamado LDL-colesterol, está relacionado ao desenvolvimento de placas nas artérias (aterosclerose) elevando o risco de eventos cardiovasculares como infarto ou derrame. Várias pesquisas já identificaram que o nível ótimo de colesterol-LDL no sangue deve ser em torno de 100 mg/dl. Pessoas com esses níveis têm menores taxas de eventos cardiovasculares. Para aquelas pessoas que tem os níveis de LDL mais altos, já foi demonstrado que a redução está associada a menor chance de desenvolver doença aterosclerótica. Apesar do LDL-colesterol ser um importante fator de risco para o desenvolvimento de doenças no coração, existem muitos outros fatores que contribuem para o problema. Os principais incluem o hábito de fumar, a pressão alta, presença de Leia mais…

Qual a validade dos medicamentos após abertos?

A data de validade de um medicamento pode sofrer diminuição quando a sua embalagem primária é violada. Para maior compreensão, vejamos o que são as embalagens primárias. Embalagem primária é aquela que está em contato direto com o conteúdo durante todo o tempo. Considera-se material de embalagem primária: ampola, bisnaga, envelope, estojo, flaconete, frasco de vidro ou de plástico, frasco-ampola, cartucho, lata, pote, saco de papel e outros. O prazo de validade é o tempo em que o produto pode ser utilizado, correspondente ao período de tempo no qual a preparação permanece estável quando armazenada sob as condições recomendadas pelo fabricante. Esse prazo deve ser indicado nas embalagens primárias e secundárias. Quando citado o mês e o ano, entende-se como Leia mais…