Como fazer o uso correto dos Colírios, orientação do Farmacêutico.

Quando vamos fazer uso de colírios ao pingar no olhos não é um trabalho fácil, devemos sempre ter calma na hora da aplicação. Sempre busque orientação de como usar os colírios. Uso correto do colírio garante o efeito terapêutico desejado para tal doença ocular, assim efeitos adversos serão amenizados. A grande parte dos colírios são prescritos por Médicos Oftalmologista, mas outros médicos também podem fazer a prescrição. Colírios não deve ser usado sem prescrição médica e também sem orientação farmacêutica, o uso incorreto ou improprio pode causar problemas oculares graves, como ulceras e perda acentuada da visão. Caso você necessite de fazer uso de colírios, confira as orientações do Farmacêutico. Orientações Farmacêuticas. Sempre higienizar as mãos antes e após o Leia mais…

Farmacêutico desenvolve vacina contra Leishmaniose!

Depois da 20 anos de estudos, pesquisadores da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), em Minas Gerais, desenvolveram uma vacina, denominada LbSap, contra a Leishmaniose visceral em cães. Pelo trabalho inédito, o farmacêutico Alexandre Reis, coordenador do Grupo de Pesquisa e Imunologia das leshmanioses, foi indicado pelo deputado federal Fred Costa, do Patriota, para receber uma moção de aplausos da Câmara dos Deputados em Brasília. Doutor em parasitologia e imunologia, Alexandre relata que os testes estão em fase final e mostraram resultados promissores. “Essa vacina demonstrou-se altamente imunogênica em estudos de fase 1 e 2 em camundongos e com forte potência para proteção vacinal”. Posteriormente, foram realizados dois estudos em cães. Os testes foram feitos em momentos diferentes e o Leia mais…

GENÉRICOS, ganham a confiança na hora da prescrição Médica, aponta pesquisa!

A Lei dos Genéricos seja uma jovem madura e muito bem-sucedida, na medida em que conquistou o mercado nacional e a preferência da população e dos profissionais de saúde! Neste ano, essa lei completa 20 anos de existência e proporcionou a chegada dos primeiros medicamentos genéricos ao mercado brasileiro. É fato que essa categoria de medicamentos caiu mesmo no gosto nacional. De acordo com a pesquisa do ICTQ – Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico, 43% dos entrevistados receberam uma prescrição de medicamentos genéricos em sua última consulta médica. A Lei 9.789, que instituiu os genéricos, é de 1999. Mas as primeiras substâncias genéricas começaram a chegar ao mercado no início de 2000. Essa indústria é, portanto, Leia mais…

Notificações sobre Efeitos Adversos de medicamentos aumentam 212%, segundo a VIGIMED

A Anvisa registrou aumento do número de notificações feitas por cidadãos sobre eventos adversos relacionados ao uso de medicamentos. Entre os dias 1º de janeiro e 30 de abril deste ano, a média registrada foi de 43,7 notificações por mês. No mesmo período de 2018, houve apenas 14 relatos feitos por cidadãos. A comparação da média mensal de um ano em relação ao outro representa um crescimento de 212,5%. Nos primeiros quatro meses deste ano (janeiro a abril), houve um total de 175 notificações de eventos adversos a medicamentos, contra 56 em 2018. De acordo com a Agência, o aumento foi notado após a implantação do VigiMed, um novo sistema de notificações que substituiu o antigo Notivisa especificamente para os Leia mais…

Os medicamentos mais caros do Mundo, a gigante Novartis recebeu a aprovação do Zolgensma.

  A AveXis, empresa de biotecnologia da Novartis, recebeu da FDA a aprovação do Zolgensma, primeira e única terapia gênica para pacientes pediátricos com atrofia muscular espinhal (AME). Com o custo de US$ 2,1 milhões, o equivalente a R$ 8,4 milhões, é o medicamento mais caro do mundo e promete praticamente a cura com apenas uma única dose. O remédio passa a ser comercializado nos Estados Unidos, mas ainda não tem previsão de quando chegará ao Brasil. O Zolgensma custa mais do que o dobro do Luxterna, a segunda droga mais cara, cujo valor chega a US$ 850 mil. Administrado em dose única, o medicamento da Spark Therapeuticstrata problemas de visão. Terceiro colocado, o Ravicti, um líquido comercializado pela Horizon, custa US$ 793 mil por paciente ao ano. O medicamento Leia mais…

Guia de BPF de medicamentos

Consulta pública trata da internalização de um conjunto de guias de Boas Práticas de Fabricação de medicamentos do Esquema de Cooperação de Inspeção Farmacêutica (PIC/s). A Consulta Pública 653/2019, que trata da internalização de um conjunto de guias de Boas Práticas de Fabricação de medicamentos do Esquema de Cooperação de Inspeção Farmacêutica (Pharmaceutical Inspection Co-operation Scheme), o PIC/s, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (27/5). Os interessados têm 60 dias para o envio das contribuições, a contar da próxima segunda-feira (3/6). É importante ressaltar que não se trata da elaboração de um novo guia, mas sim da internalização de uma norma já adotada por 47 países. Conheça a proposta de Consulta Pública. De que forma contribuir? As contribuições Leia mais…

O papel do Farmacêutico em uma Drogaria, entenda!

Antes começarmos a falar sobre o assunto, temos sempre que lembrar que para exercer o papel de Farmacêutico tem que ter formação acadêmica e ser inscrito em seu conselho de jurisdição. Vamos aos fatos, o Farmacêutico é responsável por toda parte técnica dentro de uma drogaria, podendo chamar de clínica e não clínicas. Somos uma peça chave e autoridade quando referimos a medicação e atendimento dentro da drogaria. Na dispensação de medicamentos dentro da drogaria, por que temos conhecimento técnico e científico para tal responsabilidade a ser exercida na drogaria. Atividades não clínicas Monitoramento do estoque; Armazenamento e conservação dos medicamentos; Fracionamento de medicamentos; Manipulação de fórmulas magistrais e oficinais em Farmácia de Manipulação. Intercambialidade de medicamentos; Realização do exame Leia mais…

Junte-se com os melhores Farmacêuticos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade, para ter sucesso profissional (é grátis)!