Alertas Farmacêuticos

Anvisa esclarece sobre produtos têxteis antivirais e antibacterianos.

Anvisa esclarece sobre produtos têxteis antivirais e antibacterianos.

6 minutos Objetivo é prestar informações gerais sobre esses produtos, indicar quando são considerados produtos médicos e quando não se enquadram nas regras de regularização pela Anvisa. ANVISA Nota Foi publicada, na sexta-feira (18/9), a NOTA TÉCNICA 202/2020/SEI/GEMAT/GGTPS/DIRE3/ANVISA, que traz esclarecimentos sobre o enquadramento sanitário de produtos têxteis com propriedade antiviral ou antibacteriana como produtos para a saúde. O objetivo é prestar informações gerais sobre o assunto, indicar quando esses produtos têxteis são considerados produtos médicos passíveis de regularização pela Anvisa e quando não são.  A publicação atende a diversas solicitações de informações sobre o tema, recebidas pela Gerência-Geral de Tecnologia de Produtos para Saúde (GGTPS). Além do enquadramento sanitário, Leia mais

Medicamento para tratamento de AME é registrado pela Anvisa

Medicamento para tratamento de AME é registrado pela Anvisa

3 minutos A Anvisa aprovou mais um medicamento para tratamento de pessoas com atrofia muscular espinhal (AME), uma doença genética rara que afeta o neurônio motor espinhal. O novo fármaco é o Risdiplam, produzido pela farmacêutica Roche sob nome comercial Evrysdi®. O registro foi feito por meio da Resolução (RE) 4.079/2020, publicada no Diário Oficial da União (D.O.U.) de terça-feira, dia 13. O medicamento foi priorizado de acordo com as normas da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 205/2017, que estabelecem um procedimento especial para Leia mais

Risanquizumabe: Remédio para psoríase é acrescentado ao SUS.

Risanquizumabe: Remédio para psoríase é acrescentado ao SUS.

2 minutos Aprovado há um ano pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para tratamento da psoríase no país, o Risanquizumabe está agora disponível pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A incorporação foi publicada no Diário Oficial da União (D.O.U) no último dia 21, e o fármaco deve começar a ser disponibilizado em até 180 dias. O medicamento injetável por via subcutânea é indicado para adultos com placas moderada a graves. Seu principal diferencial é o fato de não precisar ser aplicado várias vezes Leia mais

Uso incorreto de medicamentos por pacientes após AVC.

Uso incorreto de medicamentos por pacientes após AVC.

17 minutos Caso O presente estudo teve como objeto o paciente vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) faz uso da medicação quando é atendido no seu domicílio pelo Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD) público do município do Rio de Janeiro. Segundo estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS), em 2006 o AVC foi responsável por 5.7 milhões de mortes em todo mundo. Sabe-se que pacientes sobreviventes terão novo AVC ou ataque isquêmico transitório (AIT) em cinco anos. Mais de 85% dos casos de Leia mais

Ginkgo biloba e memória: mito ou realidade?

Ginkgo biloba e memória: mito ou realidade?

7 minutos Introdução Nativa da Coréia, China e Japão, a Ginkgo biloba (Gb) é uma árvore que chega a 40 metros de altura e pode viver 4 mil anos, tendo sido considerada por Charles Darwin um “fóssil vivo”. Sua longevidade deve-se à grande capacidade de suportar insultos tóxicos e à resistência a infecções. Extratos das folhas de Gb encontram-se na farmacopéia chinesa antiga e atual para o tratamento de disfunções cardiopulmonares, bem como para promover a longevidade. Na Europa (particularmente França e Alemanha) e Leia mais

Miopia Aguda induzida por Topiramato.

Miopia Aguda induzida por Topiramato.

5 minutos Início O topiramato é um anticonvulsivante de amploespectro, classificado como monossacarídeo sulfamato substituído. Recentemente, tem sido usado no manejo de migrânea, síndrome depressiva, dor neuropática e obesidade, em detrimento de seu uso para o controle da epilepsia, visto que é prescrito apenas em casos refratários(1). Alguns relatos têm sido publicados relacionando-os a efeitos oftalmológicos adversos. As alterações oftalmológicas não são comuns, sendo mais alarmante o quadro de miopia aguda associada a glaucoma de ângulo fechado bilateral(2). Relato Caso 1 B.B.P., 30 anos, Leia mais

Gabapentina em uso Neuralgia pós-herpética (NPH)

Gabapentina em uso Neuralgia pós-herpética (NPH)

8 minutos A neuralgia pós-herpética (NPH) é a dor que permanece após o desaparecimento do episódio agudo de herpes zoster. O objetivo deste estudo foi relatar o tratamento da dor da NPH em paciente transplantado pulmonar. Introdução. A Associação Internacional para o Estudo da Dor (IASP) define a neuralgia pós-herpética (NPH) como a dor que permanece após o desaparecimento das vesículas do episódio agudo de herpes zoster (HZ), passado um período mínimo de 8 a 12 semanas. Há relatos de NPH há mais de Leia mais